OVK077 – CDZ do Netflix

1

Ouça no navegador:

Ou baixe o MP3 (Em formato ZIP):

Link Direto

No programa de hoje, Rafael Grove, Samuel Mello, Marcio Abreu, Hermenio e JP Moraes do WarpCast, falam sobre a nova série de Os Cavaleiros do Zodíaco da Netflix.

Duração: 1h55m34s

Arte da Capa/Vitrine:

Assine o FEED do OuViKings no seu telefone ou tablet:

RSS Feed – Para Android ou Windows Phone
iTunes – Para iPhone/iPad/MAC

Sugestões e Críticas? Manda pra gente:

Share.

1 Comentário

  1. Adorei o programa! Vocês quando juntam com o pessoal do warpcast fica mais legal ainda.
    Eu não sabia que essa versão mudou tanta coisa assim.
    O ponto levantado pelo JP é pauta para vários programas. A forma e o estilo de se contar uma história nos animes elas têm a influência de quem escreve e do tempo em que ele foi produzido. Já tinha conversado sobre isso com um colega, pegando o exemplo do anime Sawamu o Demolidor, a história do anime se desenvolve de uma forma completamente diferente dos animes de hoje. Os exemplos citados pelo JP são ótimos, principalmente do anime Yamato (patrulha estelar), hoje ele seria colocado como um anime que conta a sua história de forma muito arrastada.
    A construção dos personagens também era bem diferentes, seja na sua personalidade e nos traços. Se olharmos esse animes como uma novela, veremos que muitos personagens se repetem no sentido da personalidade, traços e na fala.
    Com base nessa quando eu vejo os animes de CDZ, ele tem um núcleo que é datado, como citou JP, é a marca e o estilo do autor que escreveu a história. Esse estilo pode ser visto no anime B’t X que tem muitas similaridades com cavaleiros. É como se os personagens fossem atores que agora estão fazendo outro papel em outra novela ou filme.
    O anime por ser uma produção cultural, ele sempre vai levar e representar de alguma forma os traços e costumes de seu tempo.
    Eu pensava que esse CDZ iria avança para frente na história.

Obrigado pelo seu comentário.